sábado, 23 de dezembro de 2017

Felipe Guerra- Muita Música ao Vivo.

A região Oeste do Estado realiza neste dia 24, em "Véspera de Feriado Nacional" no município de Felipe Guerra/RN uma noite de lazer e resgate à boa música no som da Cantora "Cynthia Leitte", ao vivo, logo apos 19 horas na churrascaria O Canteiro.



Apoio Cultural:

Prefeito Haroldo Ferreira
Vice-prefeito Salomão Gomes
Vereador Djalma Júnior
vereador Marcos Aurélio 
Vereador Max Morais
Vereador Ronaldo Pascoal
Vereador Ubiracy Pascoal
Vereador Pedro Cabral
Mercantil Valentim
Pindoré do Gildo
Açai do Nicolas
Abilene Depilações
CIA da Beleza
Drogaria do Trabalhador
Edi'Òtica 
Advogado Alison Maia
Glauber Moto Peças
Auto Posto J.T.
Loja Soberana
A & A Advocacia 

Pai de Santo acha que Temer poderá tentar reeleição


O babalorixá Pai Uzêda, que recepcionou o presidente Michel Temerna convenção do PMDB na semana passada, diz que “nem trabalho espiritual seria suficiente para a reeleição” do peemedebista. No entanto, Uzêda afirma que o presidente pode pensar em eleger seu sucessor.

CNJ investigará juiz que acusou ministro Gilmar Mendes de corrupção

A Corregedoria Nacional de Justiça vai instaurar um pedido de providências para apurar a conduta do juiz Glaucenir de Oliveira, da Vara Criminal de Campos dos Goytacazes (RJ) e titular da Zona Eleitoral da cidade. Ele é o responsável pelas investigações e pelo processo nos quais o ex-governador do Rio Anthony Garotinho é acusado de corrupção e compra de voto.
Em mensagem de áudio encaminhada a um grupo de WhatsApp, o juiz acusa de corrupção o ministro Gilmar Mendes, que concedeu Habeas Corpus a Garotinho para cassar a prisão preventiva do político.

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Governo Federal lança Operação Rodovida em todo o Brasil


O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, disse durante o lançamento da Operação Rodovida, realizado nesta sexta-feira (22) em Anápolis (GO), que a ação é muito importante, pois tem o objetivo de proteger a vida dos brasileiros. “Esse é um importante programa que há sete anos a Polícia Rodoviária Federal (PRF) integra e interage, unindo a outros órgãos e instituições, para defender, conscientizar e, acima de tudo, proteger a vida de cada brasileiro”, afirmou.
Segundo o ministro das Cidades, as ações da operação contribuem para a redução do número de acidentes nas rodovias federais, mas os números de óbitos ainda são alarmantes. “Se tivéssemos diariamente a queda de um avião matando 110 pessoas ficaríamos muito mais chocados do que os acidentes de trânsito que ocorrem todos os dias e matam as mesmas 110 pessoas”, salientou Baldy.

Fator de proteção solar


O fator de proteção solar representa o tempo a mais que a pele fica protegida. Por exemplo, se sua pele leva cinco minutos para sofrer os efeitos do sol, ao passar um protetor com fator de proteção solar 15, a pele fica protegida por 15 vezes mais tempo (no caso, 75 minutos). O mesmo protetor sobre uma pele mais escura, que sofre os efeitos solares após sete minutos, protege por 105 minutos. Mas, cuidado. Isso não quer dizer que o FPS 60 seja quatro vezes mais poderoso que o FPS 15, mas que ele protege por quatro vezes mais tempo.
Mas o que é pele protegida? É aquela que, quando exposta ao sol, não apresenta danos visíveis como vermelhidão e queimaduras. Já a numeração dos protetores é uma convenção internacional regulamentada por órgãos reguladores de medicamentos, como a Anvisa. Os números são definidos em diversos testes. Um deles é o da dose mínima de eritema (DME), que é o tempo mínimo para a pele ficar vermelha após a exposição. Basicamente, o FPS é determinado ao dividir a DME das pessoas que aplicaram protetor no teste pela DME das que não passaram. Assim surgem números como 2, 4, 8, 20, 50 etc. Porém alguns deles vão sumir. Em junho, a Anvisa determinou que o FPS mínimo disponível no mercado deve ser 6. A indústria tem dois anos para se adaptar.
Super-Interessante

PGE apresenta provas mostrando greve dos policiais

O Rio Grande do Norte deverá ficar com as forças policiais paralisadas até pelo menos o dia 8 de janeiro em razão de decisão do Tribunal de Justiça considerar mais relevante detalhes processuais do que o direito da coletividade.
A Procuradoria Geral do Estado juntou ao processo em que pede ao Tribunal de Justiça que obrigue as forças policiais a voltar a seu trabalho novas provas indicando que o movimento de PMs, bombeiros e policiais civis se trata de greve disfarçada.