quinta-feira, 5 de abril de 2018

Petistas defendem que Lula não se entregue em prazo definido por Moro


Lideranças petistas defendem que o ex-presidente Lula aguarde a possibilidade do ministro Marco Aurélio Mello conceda uma liminar na ação protocolada pelo advogado Antonio Carlos de Almeida, o Kakay, antes de se apresentar à Polícia Federal.
Uma hipótese discutida no partido é que Lula não se apresente à polícia e espere a PF ir prendê-lo no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, onde milhares de pessoas se reúnem para apoiá-lo.